Um recado para quem deseja ter uma Gestão Jurídica Eficiente

Em um ambiente cada vez mais competitivo, com opções infindáveis de produtos e serviços, fica difícil atuar no mercado da advocacia sem atentar-se para as nuances que uma gestão jurídica eficiente exige. As transformações da Nova Era Digital, já tem proporcionado aos advogados ferramentas incríveis para gerenciar um escritório de advocacia com eficiência. Acontece, que muitos ainda não se atentaram para essas transformações ou se quer dão a devida importância para a gestão do seu negócio, o que acarreta graves problemas que muitas vezes só serão refletidos no médio-longo prazo, sem que o advogado se dê conta.

Quando já é tarde demais

É justamente essa falta de percepção do problema no curto prazo que leva muitas empresas à falência. As estatísticas atuais indicam que 60% das empresas fecham antes de completarem 5 anos de existência. O motivo é simples: ausência de uma GESTÃO JURÍDICA EFICIENTE.

E no mundo da advocacia a ausência da gestão é ainda maior. Isso acontece porque muitos advogados não conseguem enxergar o seu escritório como uma empresa, que é o que realmente é, com todas as características financeiras, econômicas e contábeis. E é essa “cegueira” que impede o crescimento do negócio ou mesmo a sua continuação.

A época do achismo já passou

O primeiro passo para evitar a descontinuidade do seu escritório de advocacia ou mesmo a estagnação dele é abandonar os “achismos”. Se você quer ver o seu negócio crescer e ser reconhecido no mercado, o primeiro passo é parar de tomar decisões por feeling.

Para isso, é indispensável a presença de um profissional especialistaem gestão jurídica para analisar o cenário do seu escritório e traçar estratégias. Além disso, também é fundamental a automatização da gestão por meio de um software jurídico.

Experimente gratuitamente o Sisea por 30 dias!

Isso evita desperdícios, decisões equivocadas e amargos prejuízos. Tomar decisões sem ter um norte coerente, sem basear-se nas análises de ameaças e oportunidades dentro das principais áreas do seu escritório, ou seja, sem um embasamento técnico, é um risco alto demais para quem deseja ter sucesso.

É importante fazer o “dever de casa”

O advogado que quer sair da inércia e ver os resultados melhorarem, consideravelmente, precisa fazer uma nova “mão-de-obra” e uma moderna gestão de recursos. Essa “reforma” deve começar pela análise de indicadores econômicos/financeiros, visando ajustá-los e personalizá-los às necessidades de seu negócio.

E para elevar resultados, saber onde cortar, onde investir, como cobrar e entre outras tomadas de decisões, são necessárias ferramentas que disponibilize ao administrador do seu escritório, recursos para tornar essa tarefa viável.

É preciso substituir o antigo modelo

Para que essa nova “mão de obra” seja bem executada, é necessário substituir o antigo modelo de “gestão” por um moderno e de sucesso, preparando o seu escritório para seus novos desafios e estratégias. Com novas métricas e parâmetros de análises que somente um profissional especialista em gestão jurídica é capaz de indicá-los.

Quais são seus desafios na gestão do seu escritório?

Com uma nova gestão de recursos, “capacidade instalada”, produtividade, gerenciamento de custos e resultados, que resultem em indicadores capazes de levar a sua empresa a outro patamar.

Ferramentas contribuem para bons resultados

Na Nova Era Digital, o que não falta no mercado são ferramentas para auxiliar os escritórios de advocacia a terem uma gestão jurídica eficiente. Algumas são mais completas que outras, portanto, é importante entender e definir as métricas do seu escritório de advocacia para encontrar o software que atenda a essas demandas.

Eu, por exemplo, utilizo uma ferramenta que considero ser a mais completa para os escritórios de advocacia que querem ir além do simples controle processual. O Sisea, mantendo sua tradição de acompanhar e trazer as melhores soluções, dispõe de recursos para otimizar lucros, conter custos e despesas, ampliar as visões comerciais e administrativas do escritório, integrando os três setores mais importantes de um escritório de advocacia: jurídico, financeiro e administrativo.

A pura adesão de um software não faz milagres

Como consultora de escritórios jurídicos, sempre falo para os meus clientes sobre a necessidade de ter uma ferramenta como o Sisea que permite ao gestor do escritório ter um panorama geral dos resultados apresentados e traçar estratégias para melhorias. Mas, ressalto que não basta apenas implementar o sistema, é preciso usá-lo da forma adequada, do contrário, todos os esforços serão em vão.

É preciso que as estratégias traçadas se alinhem às rotinas diárias do escritório. Houve um caso de um cliente, por exemplo, que apenas com a implementação de uma rotina que o Sisea disponibiliza, no dia a dia do escritório, resultou no aumento de 20% da sua receita anual. (Clique aqui para saber mais)

Mude enquanto há tempo

Como falei, a pura implementação de um software não faz milagres. É preciso, antes de tudo, fazer um checkup da sua empresa, elaborar as estratégias e colocá-las em prática com a ajuda de uma boa ferramenta de gestão jurídica.

Seguindo esse caminho, você trilhará para o sucesso do seu escritório de advocacia e terá ferramentas que te ajudarão a ser antifrágil nos períodos turbulentos, mas esse é um assunto para um outro artigo. Por hora, é importante ter em mente que essa mudança de mindset sobre gestão para escritórios de advocacia, precisa acontecer urgentemente. As transformações aceleradas da atualidade não esperarão por aqueles que não se alinharem às suas demandas.

E se você quer saber como ter uma gestão eficiente no seu escritório de advocacia, inscreva-se no Talk Smart Tecnologia Jurídica. Será no dia 11 de julho às 14h clique aqui para saber mais ou preencha o formulário abaixo.

Faça a sua inscrição gratuita no Talk Smart Tecnologia Jurídica – Gestão Eficiente!

Escrito por sisea

Separamos esses artigos para você...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *