fbpx
A importância da gestão para escritórios de advocacia Sisea

A importância da gestão para escritórios de advocacia

A importância da gestão para escritórios de advocacia

A chegada das novas e ultra modernas tecnologias, junto à frenética competição no mercado jurídico, está criando um mundo em que aquele tempo do advogado ‘especializado’ em tudo, com as surradas placas de “causas cíveis, comerciais, criminais, família, etc” não têm mais lugar. O momento agora exige que o advogado tenha foco em determinados segmentos e, com muita dedicação, passe também a cuidar da gestão de seu escritório.

 

É impossível desconhecer que, hoje, as 1.240 faculdades de Direito do Brasil jogam no mercado, todo ano, 160 mil novos advogados, muitos dos quais já chegam com o pleno conhecimento dessas novas tecnologias. Embora muitos desses não se dediquem depois ao Direito e outros não passem na prova da OAB, os que ingressam no mercado levam ligeira dianteira aos que já estão atuando, mas, mal sabem manobrar um Smartphone.

 

Além do Direito, gestor e marqueteiro

Esse novo ambiente já criou uma nova ordem, em que, além dos conhecimentos aprofundados na doutrina do Direito, os advogados também precisem acrescentar conhecimentos modernos em gestão empresarial para transformarem-se em empreendedores. Ou seja, o mundo do Direito transmutou-se em boa parte para o mundo dos negócios e seus líderes precisam atuar não mais como simples advogados, mas, essencialmente, como homens de negócios.

 

Mesmo que não tenham recebido em sua formação acadêmica esse viés empreendedor, com cadeiras específicas em gestão empresarial, controle de finanças e, especialmente, marketing jurídico, essas novas expressões já fazem parte do cotidiano dos advogados que tratam de se organizar para garantir o crescimento empresarial de seus negócios.

 

Ponto de separação entre antigo e novo

Trata-se de um novo estágio da profissão, onde atuar como empreendedor pode significar o sucesso e crescimento profissional. Se não o fizer, fica a marcar passo no mesmo lugar enquanto observa os demais escritórios, mais organizados e com uso de moderna tecnologia, ampliar espaços e crescer com a conquista de novos clientes.

 

É bem aqui que se delineia o ponto de separação entre o antigo modelo de escritório de advocacia e os novos, tecnicamente melhor preparados: a gestão dos novos escritórios deve prepará-los para conquistar clientes novos, o que antes não era tarefa primordial. O próprio Código de Ética da OAB, numa leitura mais antiquada, limita a ação do advogado na busca de novos clientes, ao enquadrar a publicidade e praticamente proibir a propaganda.

 

Mas o marketing encontra brechas

A partir de um olhar mais atual, mais moderno, entretanto, o Código deixa bastante espaço para ações de marketing que podem ser implementadas pelo advogado e sua equipe a partir do uso exatamente dessas novas tecnologias.

 

Um dos principais exemplos é o networking, além de que o próprio advogado pode exercer seu marketing pessoal, ao participar de eventos e convenções, além de poder escrever artigos e dar publicidade ao tratar de temas que sejam de seu interesse e conhecimento e tenham relevante interesse social. Com estas ações, pode atingir e granjear novos e importantes clientes.

 

Faça um check up do seu escritório

O marketing e divulgação do escritório – e suas especializações – são lembrados aqui por serem indispensáveis a qualquer esforço de crescimento e expansão que o escritório venha a desenvolver. Junto a esse esforço, entretanto, é preciso pensar a gestão empresarial para o escritório, o que inclui gestão moderna da administração, de pessoal, financeira, expansão, novos clientes e, então, o marketing.

 

E por onde começar esse processo? Faça uma avaliação completa de seu escritório, um verdadeiro check up de como ele está funcionando. Por exemplo, reúna a equipe e discuta as ações que estão sendo implementadas, colha opiniões entre o grupo e veja os novos caminhos que podem ser seguidos. Você pode surpreender-se com os resultados. Depois, faça novas reuniões e aprofunde as análises e avaliações.

 

Gestão moderna começa com planejamento

Uma das conclusões desses encontros quase certamente será a de que seu escritório precisa partir, urgentemente, para a modernização, em busca do crescimento e resultados melhores. Você deve caminhar, então, para o planejamento estratégico, o que vai exigir a assessoria de pessoal especializado. Mas, é este o caminho.

 

O planejamento estratégico, com a ajuda de escritório especializado – esse pessoal não costuma ser muito caro -, vai levar sua banca definitivamente a ingressar na moderna gestão empresarial. O planejamento inexoravelmente vai desembocar em recomendações que incluem o uso de software jurídico especializado e a eliminação do papel em seu escritório. A gestão moderna chegou.

 

A ação do líder é fundamental

A administração estratégica – resultante dos encontros sobre o planejamento estratégico – vai levar à indicação de novos caminhos, com diretrizes e opções em que cada um de sua equipe ganhará novas responsabilidades, dentro de uma dinâmica de organização empresarial. Também aumentarão as cobranças individuais, pois cada um passa a ganhar tarefas e metas a serem atingidas.

 

A ação dos líderes do empreendimento – caso de você e seus sócios, se eles existirem – é fundamental, pois toda a organização passa a ter metas e elas sempre são ambiciosas. Agir em grupo passa a ser o parâmetro e isso mexe com todos, em busca das metas.

 

Com o software jurídico, nova dinâmica

Novos objetivos vão surgir para sua empresa e o principal deles é a expansão e o crescimento, o que inclui o tratamento e atendimento de excelência aos atuais clientes, além da busca de novos. Você vai perceber que o planejamento, que levou à administração estratégica, necessita de acompanhamento contínuo e é este que vai dar a nova dinâmica de gestão de excelência a seu escritório.

 

A chegada do software jurídico praticamente elimina o trabalho com papeis e todos os procedimentos passam a ser digitais. Também acaba aquela necessidade frenética de, todos os dias, fazer buscas nos portais de Fóruns, Tribunais e cartórios para ter o acompanhamento dos processos.

 

Sobra mais tempo para o cliente

O próprio software já fez isso, enquanto você e sua equipe dormiam. Com as atualizações ali num click de computador, imediatamente cada um da equipe já sabe o que fazer e dá andamento aos processos, atendendo requisições e petições e, quando for o caso, dar imediato conhecimento ao cliente.

 

Não apenas agiliza seu trabalho, como, também, o cliente sente que as respostas estão sendo mais rápidas e precisas e isso aproxima as duas partes – cliente e advogado. Para você, sobra mais tempo para fazer o que deve ser exatamente sua tarefa primordial: pensar os processos, dar os encaminhamentos corretos e mais atenção ao cliente, estabelecendo contatos mais precisos.

A partir daí, as ações de marketing entram no processo de gestão para garantir a expansão e o crescimento da organização. E você vai viver mais tranquilo.

 

Gostou do artigo? Deixe se comentário!

Share this post